quinta-feira, março 23

Taça de Portugal
Defesa de Baía leva Porto à final da Taça


A noite foi dos guarda-redes. Foi preciso um prolongamento e as grandes penalidades para decidir o jogo. Uma defesa de Vitor Baía deu a vitória ao Porto, por 5-4.

A defesa de Vitor Baía deu a vitória ao Futebol Clube do Porto, já nas grandes penalidades. Do lado do Sporting, foi Liedson a dar a primeira alegria à equipa. O golo, marcado a 10 minutos do fim do prolongamento, parecia ter resolvido esta meia-final. Mas não. Cinco minutos depois, um passe de Ricardo Quaresma permite a McCarthy concretizar o empate.

No Porto, Raul Meireles destacou-se em termos defensivos. No prolongamento, um corte de Bosingwa foi um dos momentos mais aplaudidos pelos adeptos. Registou-se tambem um desentendimento entre Lucho Gonzalez e Raul Meireles, do Porto e Marco Caneira, do Sporting, que foi expulso. Já nos penaltis, a falha de João Moutinho ditou o afastamento do Sporting.

O jogo foi equilibrado, com as equipas a dividirem o tempo de posse de bola. Mas a noite foi marcada por muitos erros de todas as partes. O principal foi do árbitro, que não assinalou uma grande penalidade contra o Porto, aos 28 minutos. A mão de Pepe tocou na bola já na grande área, mas o jogo prosseguiu.

Luís Galrão
23 de Março, 00:31 [Devia ter feito "destaques", saíu uma crónica...]

Sem comentários:

Related Posts Plugin...