quarta-feira, março 15

Segurança Social
Projecto comunista chumbado na Assembleia


As propostas do PCP levadas à Assembleia da República não passaram disso mesmo. Caberá agora ao Governo apresentar soluções para o financiamento da Segurança Social.

As propostas do PCP para a sustentabilidade da Segurança Social foram reprovadas, apesar dos votos a favor do Bloco de Esquerda e dos «Verdes». As medidas visavam alargar o financiamento do sistema através de um imposto de 0,25 por cento sobre as operações bolsistas e de uma taxa sobre o Valor Acrescentado Bruto das grandes empresas.

Apesar de considerar oportuno este debate, o deputado socialista Victor Baptista afirmou que a proposta do PCP tem um «grau de incerteza elevado». «Nada nos garante que sejam as soluções mais justas», e o PS e o Governo «estão a tentar fazer as coisas bem», acrescentou. Mesmo com o voto contra, o PS «não fecha as portas» ao debate futuro sobre a matéria.

Para o PCP, «valeu bem a pena este debate», disse Bernardino Soares, na última intervenção antes da votação. Para o deputado comunista, a sustentabilidade da segurança social «é uma das mais importantes questões do presente e do futuro da sociedade portuguesa». A discussão na Assembleia «serviu para desmentir os que querem enterrar o sistema».

Luís Galrão e Nuno Matos Ribeiro
15 de Março, 17:55

Sem comentários:

Related Posts Plugin...