terça-feira, março 7

Mais de mil imigrantes morrem no mar


Naufrágios causam a morte a centenas de imigrantes africanos. Milhares tentam chegar anualmente às ilhas Canárias, apesar do perigo da viagem e da fragilidade das embarcações.

Centenas de imigrantes estão a ter «mortes anónimas» no mar, afirmou hoje o delegado do Governo Espanhol nas Canárias, José Segura. Desde o início de Novembro morreram já «entre 1200 e 1300 pessoas» ao tentar chegar às ilhas espanholas. «Todos os dias arriscam a viagem entre 700 e 800 pessoas provenientes do Mali, Gâmbia e Senegal», garante.

Informação idêntica foi divulgada pela organização não-governamental (ONG) Media Luna Roja. «Estão dispostos a tudo para chegar», afirma o responsável pela organização na Mauritânia. «A seca profunda em várias zonas de África continua a conduzir muitos milhares para os canais de imigração ilegal».

Esta ONG afirma que 40 por cento das embarcações nunca chegam ao destino. A maioria das viagens são feitas em «cayucos», frágeis barcos de fibra de vidro. Apesar de medirem entre 14 e 18 metros, chegam a transportar 70 pessoas. O Governo espanhol pede medidas para controlar este êxodo, sobretudo mais patrulhamento no litoral de Marrocos e da Mauritânia.

Luís Galrão [com o colega Nuno]
7 de Março, 17:50

Sem comentários:

Related Posts Plugin...