terça-feira, maio 3

A propósito do Dia Mundial da Liberdade de Imprensa

"A Direcção do Sindicado dos Jornalistas reafirma que mantém na ordem do dia a sua denúncia de que, não obstante a garantia constitucional de liberdade de imprensa, a concentração da propriedade dos meios de comunicação social, o poder absoluto das empresas e dos principais grupos para decidir quem entra, quem permanece e quem sai da profissão, a degradação das condições de trabalho dos jornalistas, a ameaça de desemprego e a precarização crescentes representam sérias ameaças à liberdade e ao pluralismo." [comunicado integral]

Sem comentários:

Related Posts Plugin...