domingo, setembro 13

«O primeiro Polis está por acabar»

Na edição de hoje do DN: "A Baixa de Agualva-Cacém está diferente desde as obras do Polis, mas moradores e comerciantes lamentam que ainda haja projectos estruturantes por concluir. "A única coisa boa é a nova zona ribeirinha, embora o rio continue poluído. Mas falta acabar obras como o túnel sob a linha de Sintra, cuja empreitada está parada há mais de um ano", lamenta o oculista Joaquim Macedo." [artigo integral]

1 comentário:

Luís disse...

Quando vejo o Polis no Cacém agradeço o facto de não ter havido nenhum em Queluz.

O Cacém ficou descaracterizado e com mais aspecto de subúrbio percorrido por vias rápidas. É triste que o PS Sintra tenha promovido uma sessão temática com o arquitecto que penso ser responsável pelo desenho deste projecto, nunca submetido a consulta pública (na internet), como já é habitual.

Se o dinheiro tivesse sido investido num eléctrico desde o Bairro da Anta, Av. Bons Amigos, Cacém, São Marcos, Taguspark parece-me que a cidade do Cacém ficaria a ganhar muito mais.

De facto o único ponto positivo foi a requalificação da ribeira das Jardas e espera-se pela requalificação da estação do Cacém: que nada tem a ver com o Polis.

Related Posts Plugin...