quarta-feira, março 4

«Casal alemão quer deixar o País para não perder filhos»

Na abertura da secção 'Portugal' (sociedade) do Diário de Notícias: "A família da 'Ilha Paraíso', um grupo de 11 alemães a viver junto a Marvão desde 1991, admite sair do País por causa do processo de protecção de menores movido pelo Ministério Público (MP). "Se nos forçarem, irão destruir a família e não posso deixar que isso aconteça", revelou ao DN Reinhold Schweikert. O alemão esteve ontem em Lisboa a renovar parte dos passaportes da família, acompanhado por dois dos nove filhos, e admite mudar-se para África ou para o Brasil. "Não posso deixar que façam mal às crianças, vacinando-as ou obrigando-as a ir à escola. Por isso viemos à embaixada fazer passaportes novos", diz." [notícia integral - excepto texto secundário e caixa que só aparecem na versão impressa]

[A edição do texto ditou a supressão deste parágrafo, que considero importante: Reinhold continua a defender que "o Tribunal devia deixar a família em paz", mas ainda não tem advogado. "Estamos disponíveis para aceitar os serviços voluntários ou a baixo preço, se não custar uma vergonha, de quem nos quiser ajudar", apela.]

Sem comentários:

Related Posts Plugin...